Workshops & Palestras

Como ganhar dinheiro com o Neuromarketing

A maior dificuldade de quem começa a estudar a neurociência aplicada a negócios ou qualquer nova área que seja fundamentada nela (neuroeconomia, neuromarketing, neurovendas, entre outras) é entender como aplicar todo esse conhecimento rico do cérebro na prática, no seu dia a dia no trabalho, com as pessoas, na sua comunicação de marketing, enfim, saber usar isso ao seu favor e colher os frutos esperados.

Uma das grandes vantagens do Neuromarketing é entender quais os insights que funcionam para comunicar e vender para o cérebro inconsciente, afinal de 85 a 95% das ações dos seres humanos são tomadas no nível inconsciente (comprovado em pesquisa neurocientífica).

Vale lembrar que você pode utilizar um gatilho mental ou contribuir para uma venda por impulso a fim de desovar um estoque de produtos encalhados na sua loja. No entanto, isso dificilmente estabelecerá um relacionamento com esse cliente, ainda mais quando ele descobrir que comprou algo que não precisava. Assim, essa ação para beneficiar unicamente suas vendas, resultará num cliente frustrado que provavelmente falará mal da sua empresa ou produto para outras pessoas.

Se você pretende usar o Neuromarketing e quer ganhar dinheiro com isso, vamos te dar 3 dicas (a ideia não é dar um curso nesse texto até porque se você é um dos 1.350 alunos que já participou dos nossos workshops, sabe que oferecemos muito conteúdo rico em 16 horas de curso).

1 – Conheça muito bem o seu cliente:

Conhecer muito bem o seu cliente (definir sua persona) o ajudará a entender comportamentos de consumo, hábitos e interesses que o seu cliente tem. Sabendo disso você poderá levantar quais são as dores dele e uma vez que você provoque ainda mais essa dor, em seguida, você poderá oferecer a solução dos problemas dele (ser o salvador da pátria) e ficar para sempre no coração (e principalmente na memória) desse cliente que não hesitará em escolher a sua marca numa próxima oportunidade.

2 – Entregue mais do que o prometido:

Muitos têm o hábito de fazer promessas que não podem ou não querem cumprir. Oferecem uma “super vantagem” no momento do fechamento da venda mas esquecem que a entrega é tão importante quanto a venda.

Quando você promete um trabalho ou prazo e consegue finalizar com uma entrega maior (seja oferecendo gratuitamente um produto ou serviço que o cliente não esperava receber) ou fazendo a entrega antes do prazo, você cria no seu cliente uma dívida mental, ou seja, inconscientemente ele achará que está em desiquilíbrio contigo e para equilibrar essa conta, ele falará bem do seu produto, serviço ou empresa, ou, fará indicações do seu produto, serviço ou empresa para as pessoas da rede de contatos dele.

3 – Muito visual e informação simples:

As empresas tendem a criar um distanciamento imenso a comunicar sua marca, seu propósito ou os serviços oferecidos em seu site, e-mail marketing ou redes sociais. Acreditam que usar palavras sofisticadas e apresentar um “português” bem elaborado fará com que o cliente tenha uma percepção de estar trabalhando com uma empresa séria, tão séria que não cria empatia e muito menos relacionamento.

Essas esquecem de duas premissas muito importantes sobre o cérebro que são: o cérebro é 70% visual (capriche na sua comunicação visual ou não vá maltrapilho na sua primeira reunião com o cliente) e ele é muito preguiçoso (3% de massa corporal que consome diariamente 20% da energia do corpo), isso significa que as mensagens a serem transmitidas precisam ser simples, objetivas, preferencialmente concisas e mandatoriamente tangíveis. Não adianta fazer sentido para você se não fizer para o seu cliente.

 

Poderíamos prolongar essa conversa com outras dezenas de dicas aqui em nosso blog e é nossa intenção na continuidade de textos que traremos por aqui, mas sabemos que muita informação de uma vez só faz com que o cérebro selecione para ele o que é mais relevante.

O aprendizado precisa acontecer de forma gradativa e contínua, mas é muito importante que você tenha em mente que é a junção desses aprendizados que realmente farão diferença no seu negócio independentemente do tamanho que seja sua empresa ou negócio.

 

Gostou do que leu? Quer ter mais acesso a informações referentes ao cérebro com exemplos práticos e aplicáveis na sua empresa?

Participe do workshop que iremos ministrar em Curitiba nos dias 4 e 5 de novembro. Serão 16 horas de conteúdo inovador para pessoas antenadas e que estão cientes que as áreas da neurociência relacionadas a negócio, que estarão alta daqui 3 anos e serão tão essenciais para as empresas como é o marketing digital nos dias de hoje. Clique aqui e saiba mais.

2 thoughts on “Como ganhar dinheiro com o Neuromarketing

  1. Simplesmente sensacional e uma equipe nível excelência..Com certeza já estou lá.. parabéns a toda a equipe por mais esse grandioso workshop… Lourenço Ferraz

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.